Destaque Noticia

Problematizando personagens – Barney Stinson

Hoje foi um dia bem normal para mim, fiquei boa parte dele trabalhando em meu notebook enquanto na janela do lado caia uma chuvinha leve, essa chuva fez a temperatura cair um pouco. Quando bateu 17º Celsius, decidi reassistir alguns episódios da minha tão amada série, How i Met Your Mother. Mas dessa vez me propus a rever os episódios com um olhar bem mais crítico em relação ao personagem Barney Stinson, o porque dessa decisão? Já li várias pessoas comentando em grupos e sites por aí que a série é muito machista e blá blá blá, hoje tirei as minhas conclusões.

Ele é machista, sexista e todos os “istas”?

 

Atualmente vivemos em um mundo cada vez mais polarizado e cheio de extremos, há quem diga que tudo isso é “mimimi” e outros que prezam por essas discussões e defendem o seu caráter disruptivo. A minha opinião é que analisar e discutir essas questões é algo muito válido, porém tem uma galera que exagera muito, e no caso do Barney Stinson não foi muito diferente.

A primeira temporada da série é o exemplo perfeito dos motivos ao qual Barney foi rotulado de machista, ele de fato é machista nesses primeiros episódios, sério, ele é escroto com mulheres e as trata como objetos quase o tempo todo, porém se considerarmos questões de roteiro essa imagem é totalmente “válida”, pois a comédia em sua essência parte de uma “vítima” para funcionar, o maior exemplo disso são os stand ups. O problema vem quando essa “vítima” é ofendida e não tem o direito de revidar, coisa que não acontece na série.

O roteiro é tão brilhante que o personagem Barney Stinson é super caricato e cheio de problemas sentimentais e de insegurança, assim como ele faz piada e é escroto com as pessoas, essas mesmas pessoas não concordam e deixam por isso mesmo, elas revidam, fazem piada dele e muitas vezes não concordam. A Lily por exemplo vive dizendo que o Barney é nojento, porém isso a impede de rir de algumas coisas que ele diz? Não.

O maior problema com relação ao machismo do personagem seria se isso fosse tratado como algo desejável para as pessoas. E a série não deixou de assumir uma postura de crítica referente às atitudes do personagem. As pessoas que “sofrem” os “ataques” dele muitas vezes revidam e discordam da posição do personagem, e isso é ótimo, pois a crítica a atitude vem acompanhada de bons momentos de humor. O brilhantismo da série esta nesse aspecto, os roteiristas usam das características machistas do Barney para criarem toda uma discussão e piadas sobre esse tipo de gente, e isso é ótimo!

Antes que digam que sou um defensor dos machistas e que quero que todas as mulheres morram, eu concordo que o personagem muitas vezes tem atitudes ruins, porém isso é rebatido por outras situações e opiniões de personagens diferentes, e convenhamos que se estou tendo que escrever um texto sobre isso o assunto não passou batido e isso é excelente. Assim como na série isso não é deixado de lado, não façamos o mesmo ao assistir ou reassistir a série, e lembrar sempre que o entretenimento vale mais que passar raiva com esse tipo de coisa.

 

Este texto é completamente pessoal, opinativo e tem o caráter de promover uma discussão sobre os temas supracitados. Não vamos ser ignorantes e agressivos nos comentários, beijos e abraços. – Eduardo Sena