Entrevista Josh Radnor Noticia

Josh Radnor quer que os fãs de HIMYM sigam em frente com suas vidas

Durante uma longa entrevista para o portal americano GQ, para falar sobre seu novo trabalho – a série Rise, que estreou esta semana na NBC – Josh Radnor (o Ted Mosby de HIMYM) deu algumas polêmicas declarações sobre a série que o tornou mundialmente famoso.

Após longas nove temporadas no ar, How I Met Your Mother chegou ao fim em março de 2014. Exatamente quatro anos atrás. E para Radnor, a fama e o sucesso obtidos com este trabalho tornou-se um peso difícil de se carregar.

Eu quase nunca penso na série“, diz Radnor. “Seria estranho, se eu não tivesse feito nada nestes quatro anos. Ainda assim, eu sei que as pessoas continuarão a vir até mim e dizer ‘eu acabei de assistir a série pela oitava vez’. E eu vou ficar pensando ‘isso é muito! Você precisa seguir em frente!’“.

Eles (os fãs) falam da série com muita intensidade, com muita paixão. Muitas vezes, os fãs chegam até mim e citam falas da série. Coisas que eu nem me lembro de ter falado. E eu me sinto mal, porque de certo modo, essa é uma parte da vida destas pessoas. É quase a mesma sensação de se estar com seus parentes e eles só falarem da época em que você estava na sexta série. E você fica pensando ‘mas eu já fiz muitas coisas desde a sexta série. Eu estou me certificando em PhD agora, poxa’. Eu não quero diminuir a importância da série. Mas eu quero deixar claro que isso faz parte do passado“.

HIMYM sempre estará lá por nós. Mas a medida que sua carreira evolui, Josh quer que a série seja vista “apenas como uma coisinha da minha biografia“. Desde o fim da série, Radnor fez o possível para criar certa distância entre Josh Radnor e Ted Mosby. “Eu não faço a barba desde o fim do programa. Eu gosto de ter uma barba, e odeio fazê-la. Mas sei que quando chegar o momento de tirar essa barba, eu vou me parecer muito com aquele cara (Ted Mosby)”.

Ainda assim, Radnor expressa sua gratidão pela série, citando suas atuais liberdades criativas: “Uma coisa que eu semprei serei grato à série – por mais complicada que essa experiência tenha sido pra mim – é de que graças a ela, eu ganhei minha liberdade criativa. O que eu mais odiava sendo um ator desempregado era sempre depender do ‘sim’ de outras pessoas“.

Dentre outros temas discutidos na entrevista, Radnor fala sobre suas condutas anti-pornografia, alcoolismo e até sobre o porque de ter parado de falar palavrões.

Além disso, Radnor faz uma breve menção ao seu trabalho musical com Ben Lee – que juntos, formam a banda “Radnor e Lee” – que fizeram cinco shows no Brasil em janeiro deste ano; e ainda comenta os desafios que estão por vir em sua nova série “Rise“.

E você? O que achou das declarações do ator sobre o legado de HIMYM em sua vida?

Sobre o autor

Henrick Peres

21 anos, Psych'o de paixão, podcaster, fã de cinema, assisto poucas séries, Social Media, trabalho com TI, meu coração já tem dona e sim, eu gosto tanto de Friends quanto de HIMYM.